Edit this page

Dendê

Autor : Instrutor Fala Mansa

Dendê, Dendê
Lálá e lá, lálá e lá
Ô dendê

Dendê, Dendê
Lálá e lá, lálá e lá

Levou rasteira
Balançou, caiu no chão
Se pérde a cabeça
Também pérde a razão
Ô dendê

Coro

No jogo duro
Com malícia e com mandinga
Olho no olho
Cuidado, mantenhá a ginga
Ô dendê

Coro

O capoeira
já nasce natural
com manhá e malícia
não sejá artificial
Ô dendê

Coro

Pro capoeira
Que não joga, só estranhá
Pois acredite
Se batér, também apanhá
Ô dendê

Coro

Quando treinar
Ponhá na consciencia
Sejá capoeira
Não viva de aparencia Ô dendê

Coro